Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Após um ano, Caixa do Banco do Brasil continua sem funcionar em Altaneira.

No dia 12 de março de 2014 o único caixa eletrônico do Banco do Brasil localizado na entrada da Prefeitura Municipal de Altaneira foi atacado por pessoas ainda não identificadas, o caixa destruído a mais de um ano exerce importante serviço a população, onde os mesmos podem sacar pagamentos, consultar extratos entre outros.
Nos dias de pagamentos os servidores ficam em enorme fila no correio da cidade, ficando a maioria até três dias sem receber ou tendo que se deslocar até as cidades vizinhas a citar Nova Olinda.
Imagem retirada do Blog Mandíbula de Altaneira.

A reportagem do Informativo Noticias em Destaque buscou informações com os principais prejudicados e os mesmo relatam as dificuldades encontradas nos dias de pagamentos aonde se chega até três dias para receber o pagamento, e quando se busca outra alternativa de resolver a situação, transferindo do Banco do Brasil para o Bradesco surgem mais dificuldades prejudicando os beneficiários ficando sem receber o pagamento, sendo assim os mesmos veem como melhor opção esperar para quem sabe um dia o caixa seja consertado, melhorando assim o acesso aos seus benefícios.
Outro fato frisado pela população é a questão da insegurança em Altaneira, Quando questionado sobre esse assunto o professor e blogueiro Jose Evantuil cita que Altaneira anda longe de ser aquela cidade pacata e sem violências, já estão virando rotina assaltos a pessoas, arrombamentos nas residências entre outros, citou Evantuil.
O principal ponto que tem que ser rapidamente avaliado e melhorado é a segurança em Altaneira, principalmente em locais como os caixas que estão sempre sujeito a assaltos. E isso depende de todos os poderes Judiciário, Legislativo, Executivo, e a colaboração da comunidade.
Podemos citar alguns acontecimento de 2014 á 2015, como o caixa arrombado, a invasão ao fórum local, pichações em patrimônios públicos, e o mais recente destruição de um veiculo particular. A questão é que justamente por essa falta de segurança na cidade, a população está se acomodando, se já é raro a comunidade expor as sua cobranças diante tais poderes, a cada dia torna se mais raro ainda. 

Matéria sujeita a alterações.

Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »