Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Professores temporários de projeto de reforço da Escola Joaquim Rufino ainda não receberam pagamento

No ano de 2014 a Escola Municipal de Ensino Fundamental Joaquim Rufino de Oliveira foi premiada como nota dez por se adequar aos critérios principais da premiação: 1º - ter pelo menos 20 (vinte) alunos matriculados no 2º ano do ensino fundamental regular; 2º - ter o Indicador de Desempenho Escolar de Alfabetização - IDE-Alfa situado no intervalo entre 8,5 e 10,0. Consequentemente a escola é beneficiada para ampliar os seus projetos, um dos projetos que a escola desenvolveu durante os meses de Agosto, setembro e outubro, foi o de reforço, buscando assim um bom desempenho dos Alunos nos exames a serem realizados. Mas, até o momento não foi efetuado o pagamento que deveria ter sido efetuado no mês de Dezembro, aos 12 professores.

Fachada da Escola Joaquim Rufino - Foto: Francilene Oliveira.
A Reportagem do informativo procurou a diretora da Escola Leocadia Nogueira para mais informações e a mesma não se manifestou sobre o assunto, indicando apenas algumas professoras envolvidas para nos dá informações. Procuramos as professoras que confirmaram o não recebimento do pagamento, mas não quiseram se identificar, já o ex-secretário Claudovino Soares, informou que ainda está no processo de licitação, e o pagamento só pode ser efetuado após a licitação. Vale ressaltar que a responsabilidade do projeto é diretamente da escola e o ex-secretário Claudovino é quem está buscando resolver essa situação, em virtude que o projeto foi realizado no período que o mesmo estava a frente da pasta da Secretaria de Educação. 

Matéria sujeita a alterações.
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »