Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Apenas 15% do rebanho vacinado no Ceará

A vacinação prossegue até o dia 3 de dezembro e a média da dose de vacina custa R$ 1,70. (Foto: José Leomar)
Até o momento, apenas 15% do rebanho foi vacinado e 13% das propriedades foram imunizadas contra a febre aftosa. A campanha, desencadeada pelos governos federal e estadual prossegue até o próximo 3 de dezembro.

O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), promoveu reunião com criadores da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), com o objetivo de avaliar o andamento da campanha de vacinação contra a febre aftosa.

Sanções

A não vacinação do rebanho trará aos criadores a inadimplência, acarretando assim nas sanções legais como multa e a não autorização da emissão da guia de transito animal (GTA) para os criadores que não vacinaram o rebanho.

A média da dose de vacina está R$ 1,70 e a multa para aqueles criadores inadimplentes está em torno de R$ 16,00 por cabeça do animal não vacinado.

Cedo

Para o presidente da Adagri, Augusto Júnior, quanto mais cedo os proprietários de rebanho adquirirem a vacina, imunizarem seus animais e declararem aos órgãos competentes, melhor será para eles. "Nós clamamos aos produtores que venham declarar a vacinação pois essa é uma etapa importante da campanha. Ainda faltam 15 dias".

Segundo o secretário adjunto do Desenvolvimento Agrário, Antônio Amorim, a reunião trouxe um retorno positivo. "Nós estamos fortalecendo essa campanha que, mesmo no fim do governo, não pode esfriar. Ela tem que ser cada vez mais positiva para que nós mantenhamos esse status de reconhecimento internacional de livre de febre aftosa com vacinação".

Mais informações

Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA)
Av. Bezerra de Menezes Nº 1820, São Gerardo
Fortaleza-Ceará
Fone: 3101.8002

Fonte: Diário do Nordeste / Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »