Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Nordeste possui 642,6 mil empresas inadimplentes

Entre as empresas inadimplentes, o setor mais atingido, segundo a Serasa, é o do comércio (Foto: Honório Barbosa/Diário do Nordeste)
Das sete milhões de empresas do Brasil, quase metade delas, 3,6 milhões, estão com as dívidas em atraso com credores e fornecedores, segundo o estudo divulgado ontem pela Serasa Experian. O número de companhias inadimplentes de julho é o maior desde que o levantamento começou a ser realizado, em 2012, quando 2,99 milhões de empresas estavam com pendências financeiras.

Desse total, a região Nordeste tem a segunda maior concentração de empresas inadimplentes (18%), com cerca de 642,6 mil companhias. Em primeiro lugar está a região Sudeste, com 51% dos empresários com dívidas em atraso. De acordo com o levantamento, o segmento das Pequenas e Médias Empresas (PME) é o mais atingido, com 91% dos empresários inadimplentes.

O setor do comércio é o que sofre maior impacto nesse contexto, uma vez que 47,2% das empresas desse ramo estão na lista da Serasa. Em seguida, estão as companhias de serviço, com 42,6% do total, e a indústria, com 9,1% das dívidas pendentes.

Para o diretor executivo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE), Alex Araújo, a predominância das pequenas e micro empresas entre as companhias inadimplentes é justificada pelas dificuldades em competir no mercado.

"É comum que essas empresas, principalmente as mais novas, entrem nessa situação e fiquem negativadas em função de problemas financeiros inerentes ao mercado", explica. O fato de área do comércio ser a que mais recebe novos empresários, acrescenta, justifica o alto índice de inadimplência nesse setor. "Alguns desse micro e pequenos empresários nem sempre têm o preparo e as características para prosperar nesse mercado", diz.

Limpa Nome

Até a próxima sexta-feira, 19, as empresas inadimplentes terão a oportunidade de negociar suas dívidas, sem que os empresários tenham que sair do escritório, durante a primeira edição do Feirão Limpa Nome Online Empresas, realizado pela Serasa. Entre os credores participantes estão grupos varejistas, bancos e instituições financeiras, empresas de telecomunicação, administradoras de cartões e distribuidoras de energia. O serviço é oferecido 24 horas, no site www.limpanomeempresas.com.br

SAIBA MAIS

Inscrição

Para participar do Feirão Limpa Nome Online Empresas, é preciso fazer um cadastro no site, que será validado com um certificado digital ou com o código da carta do Serasa.

Credores

Após o cadastro, empresário será direcionado a uma página onde estarão as participantes do feirão com as quais a empresa tem pendências.

Negociação

Ao clicar no nome da companhia, serão apresentadas as pendências da empresas e os canais para negociação disponíveis.

Condições O empresário entra em contato com o credor e negocia descontos nas dívidas, com possibilidade de ter condições de pagamento diferenciadas.

Fonte: Diário do Nordeste / Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »