Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Homicídios contra mulheres no Cariri é 12,5% maior em relação ao ano passado

Sarah foi morta em Crato e Eduarda em Juazeiro do Norte. (Foto: Arquivo/Agência Miséria)
A quantidade de mulheres assassinadas na comparação dos últimos dois meses na região do Cariri foi a mesma com duas mulheres mortas. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, os números revelam que a matança este ano é superior a 2013 quando essa comparação é feita em relação aos oito primeiros meses do ano. Enquanto nesse mesmo período do ano passado, 14 mulheres foram mortas, em 2014 já são 16 assassinatos ou 12,5% a mais.

Já na comparação dos meses de Agosto deste e do ano passado, o número de homicídios foi o mesmo com dois. Em 2014 já foram assassinadas pessoas do sexo feminino em sete municípios do Cariri, sendo nove em Juazeiro, duas em Crato e as demais em Araripe, Porteiras, Barbalha, Milagres e Missão Velha. Sozinho, o município de Juazeiro responde por 56,2% da matança de mulheres em todo o Cariri.

No dia 22 de agosto a adolescente Sarah de Sousa Correia, de 14 anos, que residia na Rua José Pinheiro Teles, 40 (Bairro Vila Lobo) em Crato, foi morta com cinco tiros e o corpo “desovado” pelo motorista de um carro na estrada carroçável que liga os bairros Vila Lobo e Mirandão. O pai dela esteve no local e disse à polícia ter conhecimento que a filha fazia programas sexuais.

Já no dia 28 outra adolescente, Maria Eduarda do Nascimento, de 15 anos, que não possuía residência fixa desde a morte de sua mãe adotiva no bairro Vila Alta em Crato foi morta a tiros no cruzamento das ruas Virgínia de Mendonça e Ozana Pereira (João Cabral) em Juazeiro em cujo bairro viveu maritalmente com um homem. A vítima já tinha sido lesionada com uma facada no pescoço por uma mulher que gostava dela.

Fonte: Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »