Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Safra de grãos do Ceará deve crescer 174%, projeta Conab

O feijão segunda safra deve passar de 56 mil toneladas (valor produzido em 2013) para 121 mil toneladas em 2014, apresentando uma variação de 114% (Foto: Denise Mustafa)
A produção estimada da safra de grãos do Ceará para 2014 é de 607,7 mil toneladas, apontou, no mês de julho, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em relação à colheita anterior, que somou 221,1 mil toneladas de grãos - em que se incluem arroz, aveia, centeio, cevada, feijão, girassol, mamona e milho - em 2013, o crescimento será de 174,9%.

Segundo a pesquisa, lavouras de milho que ainda estavam em frutificação em julho podem ter sido prejudicadas pela falta de chuvas na região central do Ceará. Foram prejudicadas também safras de feijão no Estado. Já na região Sul do País, o problema foi o excessode chuvas no mesmo mês. Safras foram afetadas na produtividade e qualidade dos grãos.

A projeção do algodão em pluma seguiu o índice geral e também foi otimista. De acordo com a Conab, o crescimento deve chegar a 400% em 2014. Em 2013, 0,1 mil toneladas do tipo do algodão foram produzidos. Para 2014 a previsão é de que 0,5 mil toneladas do produto cheguem aos celeiros dos agricultores.

Houve crescimento também em toda a região Nordeste. A Conab estima que 17,14 milhões de toneladas de grãos sejam produzidas nos 9 estados da região, com um aumento de 43% com relação ao ano passado. Em 2013 foram produzidas quase 12 milhões de toneladas na região.

Brasil terá quase 200 milhões de toneladas

A safra brasileira de grãos 2013/2014 deve chegar 193,87 milhões de toneladas. Em relação à colheita anterior (188,66 milhões), haverá crescimento de 2,8%.Também houve aumento na comparação com a estimativa de junho, de 0,15%. Esse é o décimo levantamento feito pela Conab, entre os dias 22 e 28 de junho.

De acordo com a Conab, alguns produtos superaram a produção passada, como a soja (5,9% ou 4,77 milhões de toneladas), o trigo (33,8% ou 1,87 milhão de toneladas) e o algodão em caroço (29,1% ou 586,5 mil toneladas).

Já o milho teve queda na primeira safra (7,4%), na segunda safra (1,6%) e no milho total (4,1% ou 3,3 milhões de toneladas).

A estimativa para a área plantada é 56,82 milhões de hectares, 6,1% acima da área cultivada na safra 2012/2013 - 3,26 milhões de hectares a mais. Os destaques de aumento são para as culturas de soja, com crescimento de 8,6%, o trigo, com 18,9%, o feijão total, com 8,2% e o algodão, com 25,1%.

Fonte: Diário do Nordeste / Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »