Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Para controlar o orçamento, consumidor deve conhecer inflação e juros



Qual é a última previsão da inflação para o ano de 2014? E em quanto está a taxa básica de juros, a Selic?
Para o diretor da Easynvest Título Corretora, Amerson Magalhães, essas são as duas informações nas quais as pessoas devem ficar mais ligadas no noticiário econômico.
Elas influem, respectivamente, nos preços dos bens e produtos e na oferta de crédito para fazermos compras e pedirmos empréstimos.
Investir em títulos pós-fixados é saída para fugir da inflação
Aprenda a ganhar dinheiro com a alta dos juros 
O especialista em finanças pessoais explica que existem dois tipos de informações necessárias para controlar o seu orçamento pessoal: os fatores que você tem controle e os sobre os quais você não tem.
As suas despesas e receitas se enquadram no primeiro tipo e a inflação e os juros, no segundo. Já uma maneira de controlar os gastos é colocar tudo em uma planilha, por exemplo.
Inflação e Selic
A última prévia do governo indica que a inflação ficará no final de 2014 no limite da meta do governo, em 6,5% ao ano.
Já a meta para a Taxa Selic está em 11%. É neste índice que o governo se baseia e pressiona ao mercado com o aumento da oferta de crédito a atingi-lo. Segundo o site do Banco Central, a taxa Selic praticada pelo mercado estava em 10,9% na última quinta-feira (15).
A próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) para decidir sobre uma possível mudança na taxa será nos próximos dias 27 e 28 de maio.

Fonte: R7
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »