Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Mantega: governo deve retirar estímulos econômicos até 2015

Contudo, ministro não mencionou quais estímulos devem ser cortados. (Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)
Ao fazer as projeções da economia para o ano que vem, decorrente da entrega do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que a economia está retomando o crescimento e isso poderá fazer com que estímulos econômicos sejam retirados.

“Estamos já em um processo de reduzir subsídios. Aumentamos a taxa de juros do PSI, o Programa de Sustentação do Investimento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Subimos os juros de 2013 para 2014, que significa subsídio menor. Continuaremos na trajetória de redução de estímulos e subsídios”, afirmou o ministro, sem mencionar quais outros estímulos devem ser cortados.

“Consideramos um cenário de recuperação da economia mundial e também maior crescimento da economia brasileira”, disse o ministro da Fazenda. “Com essa recuperação da economia mundial, estamos considerando a possibilidade de um crescimento gradualmente maior da economia brasileira”, acrescentou.

Segundo Mantega, o cenário de crescimento “vai nos permitir realizar a reversão dos estímulos econômicos”. Para ele, parte dos incentivos já serão retirados ainda em 2014. “Com isso poderemos realizar uma consolidação fiscal maior”, declarou.

Fonte: Terra / Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »