Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Preços de combustíveis contribuiram para elevar lucro líquido da Petrobras

A redução das exportações de derivados de petróleo, o aumento do refino no país e dos preços de venda do diesel e da gasolina no país são responsáveis pelo o aumento de 11% do lucro líquido da Petrobras em 2013, que ficou em R$ 23,6 bilhões.
A avaliação foi feita hoje (26) pela presidenta da estatal, Graça Foster, durante apresentação do balanço financeiro da companhia, no Rio.
"Esse aumento em relação ao ano passado decorre exatamente dos vários aumentos de preços que tivemos em 2012 e que aconteceram inteiros em 2013 mais os aumentos de 2013", disse Graça Fortes. Com aumento do refino nacional, ela confirmou que a companhia conseguiu reduzir as exportações. "Foi um resultado bastante positivo e impactado, certamente, pelo aumento de preços", frisou.
Graça Foster também disse que a menor incidência da perfuração de poços secos favoreceram o crescimento da empresa. "Isso faz parte do negócio, mas estamos fazendo uma gestão para que a gente não seja surpreendido além do planejado", afirmou. Segundo ela, a empresa deixou "as bordas do pré-sal" e interiorizou a exploração para diminuir riscos. "Com mais caixa, voltaremos às bordas".
Em 2012, a companhia teve um dos piores resultados da história, impactados pela alta das exportações, subsidiadas pela empresa, que não repassou os reajustes para o consumidor final. Já em 2013, autorizada pelo governo, o diesel foi reajustado em 20% e a gasolina em 11%. O último reajuste, no fim do ano, puxou o lucro no quatro trimesre de 2013, 85% superior ao do terceiro trimestre.
Os dados foram divulgados ontem (25) pela estatal que hoje detalha o balanço financeiro para a imprensa e para investidores, em conferência.
Fonte: Agência do Brasil
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »