Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Mais cinco municípios cearenses apresentam suspeitas de sarampo

Além de Fortaleza, mais cinco municípios cearenses apresentam casos "fortemente suspeitos" de sarampo, de acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (31) pela Secretaria de Saúde do Ceará. As cidades com fortes suspeitas são Uruburetama, Maranguape, Maracanaú, Beberibe e Jaguaribe. Até agora, foram confirmados 11 casos em Fortaleza.

A Sesa informou que, de 25 de dezembro de 2013 a 30 de janeiro de 2014, foram notificados 184 casos suspeitos de sarampo no Fortaleza. Destes, após exames laboratoriais, foram confirmados 11 em Fortaleza e 55 estão em investigação para confirmação.

Ainda segundo o relatório da Sesa, dos 11 casos confirmados, seis são em menores de um ano de idade, público não vacinado. Dez casos confirmados foram em pessoas do sexo masculino, apenas um do sexo feminino. De acordo com a Sesa, ainda não foi identificado vínculo entre os casos com viajantes.

Os bairros de Fortaleza com casos confirmados ou suspeitos são Papicu, Praia do Futuro, Manuel Dias Branco, Vicente Pinzon, Edson Queiroz, Cais do Porto, Aldeota, Bonsucesso, Barroso, Conjunto Palmeiras e Coaçu. Além dos casos confirmados e "fortemente suspeitos", o relatório também traz os municípios onde foram registradas notificações. São: Crateús, Crato, Itapipoca, Tururu, Caucaia, Aquiraz e Redenção.

Vacinação
Neste sábado (1°), foi realizada o "dia D" de vacinação contra o sarampo para crianças. Para os adultos, a campanha segue durante a semana nos 92 postos de Fortaleza. Neste domingo (2), seis postos de saúde vão abrir na capital cearense para vacinação. São eles: Carlos Ribeiro, Paulo Marcelo, Waldemar de Alcântara, Parangaba, Paracampos e Messejana. Em cada regional de Fortaleza haverá um posto aberto das 8 horas às 17 horas.

As crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade devem ser vacinadas em um dos 341 postos de vacinação distribuídos em 15 municípios na capanha de vacinação contra o sarampo, aberta após o surto da doença.Foram distribuídas 247 mil doses da vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), suficientes para imunizar a população de 246.036 crianças na faixa etária alvo da campanha, mesmo que já vacinadas, nos municípios de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Aquiraz, Eusébio, Pacajus, Horizonte, Pacatuba, Cascavel, Chorozinho, Guaiúba, São Gonçalo do Amarante, Itaitinga e Pindoretama.

Indicação
Além da campanha, a Secretaria de Saúde orienta os municípios a intensificarem as ações de imunização contra o sarampo na vacinação de rotina, conforme definido no Calendário Nacional de Vacinação. O Ministério da Saúde recomenda uma dose da vacina tríplice viral aos 12 meses de idade e uma dose da vacina tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) aos 15 meses de idade. Dos 10 aos 19 anos, devem ser aplicadas duas doses de vacina com o componente sarampo, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

Entre os 20 e os 49 anos, a indicação é de uma dose da vacina. Para reforçar a cobertura, a Sesa também orienta a atualização do calendário vacinal das pessoas na faixa etária de 1 a 19 anos. Para adultos a partir de 50 anos, a vacinação é recomendada se houve contato com caso suspeito de sarampo, se não for comprovada vacinação anterior.

Fonte: G1 / Miséria


Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »