Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Indústria cearense apresenta crescimento de 11,8%, em outubro


O ano de 2013 tem se caracterizado como um ano de recuperação da indústria, uma vez que o setor vem apresentando taxas de crescimento superiores aos demais setores, contribuindo para elevar as taxas de crescimento do PIB e a geração de empregos formais no Ceará. A indústria cearense apresentou, no mês de outubro, expansão de 11,8% na produção física, em comparação com o igual período de 2012. Esse é o quinto mês consecutivo com resultado positivo.
Em relação ao acumulado do ano, o Ceará (+3,8%) demonstrou comportamento superior ao Brasil (+1,6%) e ao Nordeste (+1,2%). Setorialmente, destacam-se as variações de petróleo, derivados e álcool (+22,8%); calçados e couros (+22,4%) e têxtil (+10,1%). Os dados constam no estudo Panorama Industrial do mês de dezembro, elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (INDI), da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).
Quanto à geração de emprego, de janeiro a outubro, o Ceará apresentou criação de 41.503 postos de trabalho, crescimento de 3,6%. A indústria apresentou elevação de 4,8%, com a geração de 17.109 empregos, e destaque para os setores de construção civil (6.208) e calçados (3.323).
Já as exportações cearenses, no acumulado de janeiro a outubro, aumentaram 2,9%. Apenas três, entre os principais produtos da pauta, apresentaram crescimento: frutas; combustíveis e óleos minerais e peixes/crustáceos. Por outro lado, as importações apresentaram crescimento de 27,4%.
Com os resultados, o PIB cearense apresentou expansão de 3,8% no terceiro trimestre de 2013, contra 2,2% do Brasil. O desempenho da economia cearense foi influenciado pelo comportamento da indústria, que cresceu 7%. No acumulado do ano, o setor industrial apresentou a maior taxa de crescimento (+ 6,8%), com ritmo de expansão dos quatro setores de atividade (extrativa, transformação, construção e serviços industriais de utilidade pública) acima da média da economia.

Fonte: Ceará Agora
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »