Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Welington pede urgências nas ações contra os efeitos da seca no Ceará

O deputado Welington Landim ocupou nesta terça-feira, 15, a tribuna da Assembleia Legislativa para alertar, mais uma vez, sobre a crítica situação causada pela estiagem no estado do Ceará: “A tendência é piorar”, declarou. (Foto: Divulgação)
Welington Landim denunciou que o Programa Leite Fome Zero “fechou” no Cariri. Cerca de 8.300 famílias estão sem receber o produtor deste a semana passada. Segundo ainda o parlamentar, o próprio secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, confessou que o problema está nos laticinistas, que não aceitam o valor pago pelo Programa no Ceará. Enquanto Pernmaub9c e Bahia estão pagando R$ 1,17 por cada litro de leite, no Ceará são 99 centavos.

O relator da Comissão da Seca disse, também, que as empresas que venceram a licitação para perfurar os poços profundos no Ceará ainda não começaram a trabalhar, o que, para Welington Landim, “é muito preocupante”. Dos 1.500 poços previstos para serem perfurados, o número deverá chegar somente até 800 até o final deste ano: “No Cariri a vazão dos poços profundos estão baixando rapidamente”.

Com relação ao milho, Welington Landim disse que a previsão era de que o Ceará recebesse 360 toneladas até o final de 2013, porém, se vierem outras 90 toneladas prometidas este número chegará a apenas 185 toneladas.

“Resumindo, a situação continua crítica e se asa providências sugeridas pelo nosso relatório não forem colocadas em prática, o Ceará vai sofrer muito mais”, finalizou o deputado Welington Landim.

Leia aqui, o parecer inicial da Comissão da Seca elaborado pelo relator Welington Landim.

Assessoria de Comunicação / Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »