Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Crato-CE: Vendas em moda devem crescer 15%

A perspectiva de aquecimento das vendas deve-se à proximidade às festas de fim de ano e o pagamento do 13º salário aos consumidores. As coleções já estão renovadas (Foto: Roberto Crispim)
O aquecimento das vendas registradas no último trimestre tem ocasionado melhora na expectativa de crescimento do setor de franquias em moda para os próximos meses. O período das festas de final de ano, unido ao pagamento do 13º salário para os trabalhadores e as comemorações natalinas, deverão incrementar as vendas no setor em, pelo menos, 15%.

É o que avalia a proprietária da franquia Skyler, em Crato, Aline Gomes de Brito Cisne. A empresária abriu seu primeiro empreendimento comercial em Crato no final de 2005. Foi a segunda franqueada Skyler em todo o território nacional. Investiu, à época, cerca de R$ 300 mil. A loja já sofreu algumas reformas e ampliações. Hoje, possui 84 metros² e é toda climatizada. Entre os diferenciais oferecidos, possui som ambiente e sistema de vaporização de fragrância exclusiva. O layout, recentemente modificado, também chama a atenção da clientela.

“Houve a necessidade de algumas mudanças devido o aumento no número de clientes”, explica a franqueada. Até o fim deste mês a loja está realizando a “queima” de toda a coleção de inverno. Na promoção, clientes que adquirirem duas peças de mesmo valor levam a terceira gratuitamente.

É possível encontrar calças jeans, camisas, camisetas, bermudas, sungas de banho, tênis e sandálias de diversas cores, modelos e estilos. No quesito acessórios, a loja dispõe de cintos e bonés de tamanhos e modelos diferenciados. Todo o material é exclusivo e leva a logomarca do fabricante.

Perfil
A clientela da loja é variada. Jovens e adolescente se misturam a pessoas de idade mais avançada durante as escolhas das confecções ou outros produtos. “Muita gente já se acostumou a presentear familiares, ou amigos, com peças da loja”, informa Aline Brito que comemora, ainda, o fato de já ter conquistado um público fidedigno.
Segundo ela, dos clientes que frequentam a loja desde sua abertura, mais da metade retorna para novas compras. “Temos clientes que nos visitam a cada dois meses. Há, também, os que nos telefonam querendo saber se há novas promoções”, diz sorridente.

Ela conta que há casos em que o cliente telefona para a loja, solicita a entrega de várias peças e acessórios, faz a escolha do produto que vai adquirir em sua própria residência e, então, devolve à loja o restante dos produtos. “É quase um sistema de comodato”, explica a proprietária informando, no entanto, que essa modalidade de vendas é oferecida, apenas, aos clientes mais antigos da loja. “São clientes que estão conosco já há muito tempo”, observa.

Outro ponto destacado por Aline Brito refere-se ao tratamento que a loja oferece aos seus clientes. Conforme afirma, periodicamente há treinamentos oferecidos aos funcionários da loja. “O objetivo dos treinamentos é garantir que o nosso cliente receba o tratamento que merece”, ressalta. O sistema de pagamento oferta aos clientes recebimento através de cartões de crédito e débito. Nas compras a vista também é possível conseguir descontos, menos quando à promoções sendo realizadas pela loja.

Com experiência de quem já está no mercado há oito anos, a empresária entende, também, que o setor tem sido favorecido pela expansão da população economicamente ativa no município. “Esse crescimento já reflete, inclusive, de forma positiva juntos as empresas que atuam nos diversos setores do comércio local”, diz.

Ela lembra que quando a loja foi aberta, havia no município apenas duas outras franquias. Uma do setor de perfumaria e outra em alimentos. “O comércio em Crato tem se desenvolvido nos últimos anos. O crescimento é observado por todos e é um crescimento diferente, mais vagaroso, porém mais seguro”, avalia. Atualmente há diversas franquias instaladas em Crato. As que mais se destacam atendem aos setores de vestuários, farmácia e calçados.
Fonte: Diário do Nordeste / Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »