Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Estudantes cearenses conquistam medalhas na Olimpíada Mundial de Biologia

Este ano, 60 países participaram com 242 alunos competidores (Foto: Divulgação)
Dois estudantes de Fortaleza conquistaram medalhas na Olimpíada Mundial de Biologia (IBO), realizada na cidade de Berna, na Suíça. Mateus Lavor levou a de prata e o bronze foi para Tayna Milfont. Um terceiro aluno brasileiro também conquistou melhada. Eric Yoshido, de São Paulo, levou bronze na Olimpíada.
A delegação brasileira que participou da 24ª IBO obteve o melhor resultado do Brasil. Este ano, 60 países participaram com 242 alunos competidores. Para Rubens Oda, líder do grupo e coordenador da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB), o País conseguiu superar as expectativas, ficando na melhor colocação entre as equipes latino-americanas.
Antes de irem à Suíça, os estudantes tiveram aulas teóricas e práticas de bioquímica, biotecnologia, microscopia, ecologia, genética, histologia vegetal e dissecção de vertebrados e invertebrados.
Como participar das próximas edições
Olimpíada Brasileira de Biologia é organizada pela Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) há 10 anos, com o apoio do Ministério da Educação (MEC), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e de parceiros sócios da ANBio.
Os alunos com interesse em participar das próximas edições das Olimpíadas Internacional e Ibero-Americana de Biologia devem se inscrever na OBB do ano que vem. Para realizar o cadastro é preciso que um professor da escola se credencie pelo site da OBB. Depois, o professor inscreve cada aluno na Olimpíada.
Os jovens devem ter, no máximo, 19 anos, até o dia 1º de julho do ano corrente, com o ensino médio em andamento ou completo e que ainda não estejam matriculados numa instituição de ensino superior.

Fonte: O Povo / Miséria

Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »