Conheça a nossa Rádio | Conheça a nossa cidade

Crescimento regional se expande no Cariri acima da média nacional

O fervor religioso e a cultura do Cariri alavancaram o crescimento da Região. (Foto: Eduardo Queiroz)
A região do Cariri experimenta nos últimos anos, crescimento acima da média nacional em diversos setores da economia, cultura e educação, com a instalação e novos equipamentos e vida de empresas, além de grandes investimentos no setor público. A criação da Região Metropolitana do Cariri (RMC) deu ênfase a esse processo que continua num ritmo acelerado, principalmente em Juazeiro do Norte. No último dia 18, foi empossada a reitora da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Suely Salgueiro Chacon, já com 11 cursos e mais de 2 mil estudantes, com campi nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. A meta é criar mais dois nas cidades de Brejo Santo e Icó, no centro-sul do Estado, que já sente o reflexo desse desenvolvimento regional.

O setor educacional, principalmente de nível superior e técnico, passou a ter um impulso de crescimento nos últimos 12 anos, em Juazeiro do Norte, com a vida dos primeiros cursos por meio da implantação de cursos particulares. Hoje, a menos de 10 quilômetros, estão instaladas duas faculdades de Medicina, a Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte, da Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, entidade particular, e a pioneira nos cursos da Universidade Federal do Ceará (UFC), agora UFCA, implantada na cidade de Barbalha, cidade referência na saúde, com o Centro de Oncologia, a menos de 10 quilômetros.

No Crato, está o centro administrativo da Universidade Regional do Cariri (Urca), cidade referência em tradições e berço de grandes intelectuais, recebeu o título de Capital da Cultura. Durante este mês, Juazeiro do Norte, que comemora 102 anos, teve inaugurado o terceiro supermercado da rede atacadista internacional. O primeiro deles foi o Atacadão, do grupo Carrefour, o segundo, o Maxx, do Walmart, e agora, do grupo Pão de Açúcar o Walmert, demonstrando a prevalência econômica para o segmento atacadista. O crescimento econômico intenso de Juazeiro do Norte atualmente não é centrado apenas no comércio de varejo, mas em setores como a construção civil e a indústria de transformação e a própria cultura local e as romarias funcionam como setores impulsionadores desse processo.

Descentralização

Mas foi o comércio que se notabilizou como a grande vocação, com o seu melhor momento, com a atração de investimentos de vários empreendedores do Brasil e locais. A própria localização geográfica, tornando a cidade equidistante dos grandes centros, propiciou ao Juazeiro e ao Cariri centralizar a movimentação comercial.

Essa realidade promissora se tornou um atrativo de novos investimentos, que continua até hoje. Atualmente a cidade conta com o maior shopping do interior do Estado, o Cariri Garden Shopping, que em virtude do crescimento do mercado comercial foi duplicado e passou a ter 173 operações, trazendo o pioneirismo de franquias para a região, como o McDonald´s, entre outras marcas.

Segundo o professor do Departamento de Economia da Urca, Micaelson Lacerda, o momento atual de Juazeiro do Norte é de intenso crescimento econômico. O município vem crescendo acima da média do Estado e, entre 2004 e 2008, e tornou-se a terceira economia mais importante do Ceará ultrapassando Caucaia e Sobral, que estão mais próximas da capital.

Para ele, Juazeiro do Norte funciona como polo de desenvolvimento para os municípios do sul do estado do Ceará e regiões circunvizinhas, acompanhado por Crato e Barbalha.

"Na verdade, atrai e irradia investimentos no sul do Ceará. Por essa característica foi um dos municípios que mais conseguiu investimentos dentro da política de atração de empresas do governo estadual fora da Região Metropolitana de Fortaleza", diz. Conforme Micaelson, essa realidade contribuiu para desconcentração econômica em relação a Capital do Estado.

Fonte: Diário do Nordeste / Miséria
Próxima página
« Página anterior
Próxima página
Próxima página »